18 de nov de 2008

JÁ NÃO TENHO FORÇAS


Não gosto da sua ironia
Não gosto de suas amarguras
Se a vida foi cruel com você
cobre dela as mazelas
Não tenho nada com isto
Já tive minha parte de
infelicidade na vida
Mas não a divido
com ninguém
Agora quero amor, poemas,

e sorrisos receber.
E o mesmo darei a você
Mas afaste de mim suas
tristezas
Já não tenho forças
para consolar ninguém.
.
Ferina*izil*
Foto de Alba Luna

3 comentários:

Pedro Berocan disse...

Nossa que segurança em saber o que quer. Gostei.

Beijo

Kall disse...

Tem dia que podemos ser um porto seguro p os amigos em outros nem p nos mesmos estamos bem.
Mas concordo com vc...prefiro as poesias e a musica..rs
Adorei o blog de vcs...parabens.
Bjos e tenham um otimo fds.

Juan disse...

Izil

Yo te envío
todas mis sonrisas
y mis vibraciones positivas.
Todos somos Uno
con una misma energía:
Universal.

Un abrazo fuerte.

Juan Antonio