2 de jul de 2007

MORRER SÓ DE AMOR


Falamos da mesma coisa
de modo demais inverso
Falo como se eu fosse
começar uma vida de amor
Você fala como se fosse
terminar a vida sem
direito ao amor
Se o amor é tão importante
Deveria ser o principal
Se conformar com a
morte é triste
é por demais irreal
Não podemos perder a
meada deste amor
Precisamos encontrar o fio
que conduz nós dois
a este mesmo amor
.
Ferina *izil*
foto Speedy

3 comentários:

Carla disse...

morrer de amor, melhor que morrer de dor.
otimo
Carla

Antonio Ricardo disse...

Só quem não ama não teme a morte.

Kiko disse...

Adora te ler, você escreve com uma maneira toda especial.
abçs.
KK