4 de ago de 2007

MEL EM FEL


Amores transitórios
são melhores
Passam rápido
não deixam ranço,
nem marcas profundas
São mais bem lembrados
Dão frios na barriga
Aceleram o coração
Vem com paixão
Vão com o vento
São intensos
quase mortais
Mas vão como chegaram
Ficam pouco, deixando
boas lembranças
Nada comparado as
convivências seculares
que transformam o
doce mel em fel
.
Ferina *izil*

Um comentário:

Anônimo disse...

desde que seja amor e muito bom rasguemos as convenienças bem haja o amor



João