10 de out de 2011

MORTOS VIVOS - VIVOS MORTOS


Enquanto pessoas vêm
Enquanto pessoas vão
Amores instalam-se
Amores acabam
Ao menos emoções existem
Piores são momentos
de branco total
da ausência do tudo
da insignificância do nada
Tristes são os momentos
que estamos vazios
Sem dores de amor
Sem as alegrias da paixão
Momentos mortos
Em que ficamos iguais
a zumbis, andando alheio
a tudo e a todos,
sem nada vermos
Sem esperança, sem emoção.
Mortos vivos - vivos mortos
.
Ferina *izil*

Nenhum comentário: