1 de out de 2009

OS MASCARADOS


Sei que posso chocar
Minhas escritas não são
doces, nem suaves
São reais, talvez cruéis
São verdadeiras
Não temo escrever
Escrevo o que penso,
o que observo
nos seres humanos
Naqueles que das
máscaras fazem uso
Que passam o tempo

fingindo o que não são
A mim não enganam
Mas também não
me incomodam
Só me dão material

para usar, nada tenho
a ver com suas
falsas vidas.
A não ser escrever
sobre elas.
.
Ferina*izil*

Um comentário:

Juan disse...

Izil

Esa es la vida
unos usan eufemismos
otros sólo la realidad
eso no es lo mismo
sólo el amor es la verdad.

Un abrazo.

Juan Antonio