11 de mar de 2008

MARCAS QUE PRODUZO



Vivíamos lado a lado
Companheiros de uma luz
Vivíamos colados
Os corpos queimavam em cruz
E cada vez que lhe buscava
Seu ventre ainda me seduz
Chorava como menino

Tens minha espada gravada
No seu corpo de estátua
A ferida é um labirinto que produzo
Na amada, amante, amiga
É somente uma ferida
Que não permito cicatrizar

Tens a minha espada gravada


Ferina * Karolina B

Nenhum comentário: