20 de set de 2011

MINHA DOR


Tento escrever coerências
quero na realidade que
alguém me leia, e me entenda
saiba de mim qualquer coisa,
compreenda-me por alguns instantes
Penso que sei o que quero
mas realmente não sei nada,
sou só, minha dor não posso dividir
pois não tenho quem me queira ouvir
A vida foi ingrata comigo, pois me
tornou um ser irrelevante
Sou só, não tenho companhia
ninguém com que dividir minha dor
Convivo com pessoas...
Mas vivo na solidão...
.
Ferina*izil*

Nenhum comentário: