5 de jul de 2008

FLORES REFUGIADAS



Ah Ele quer a paz tão desejada
De infinitas sensações amadas
Quer a pomba branca no peito

A neve, a tempestade e o frio
Cair no monte e dormir pra sempre
Perder a consciência da guerra

Ganhar a ilusão de mil vidas
Quer anunciar a primavera
Das flores refugiadas

Ganhar o último abraço na terra
E o primeiro beijo no céu
Contar aos fantasmas as sagas

De um herói esquecido
A neve, a tempestade e o frio
Da mais triste jornada humana


(Ferina* Karolina)

Imagem site thirdover4

Nenhum comentário: