16 de jul de 2008

OS OLHOS DA NOITE



Os olhos da noite
me espreitam,
vigiam meu passos,
meus pensamentos,
invadem os espaços
dos meus sentimentos,
são olhos devassos,
me trazem tormentos...
os olhos da noite
me impedem
de estar em teus braços,
me roubam momentos...
.
Suely Ribella ©

Um comentário:

Henrique Correia disse...

Gostei...

mas a palavra nudez ficava bem neste poema

bj