29 de jan de 2009

A MORTE



A tristeza é profunda,

dói lá no centro do coração

Quando o sentimento “medo”

rodeia nossa alma, nosso coração

“O medo da morte”

A simples menção da palavra morte

Já e suficiente para o coração doer

Qualquer que seja o objeto da morte

Um amor que morreu,

Um amigo que se foi

Um ente querido

Um animal de estimação

Falamos muitas vezes

Quando “eu morrer”,

quero assim, quero aquilo,

quando morrer quero que

esqueçam-me, mas a verdade

é que não queremos que

este dia chegue jamais.

Não somos preparados para

enfrentarmos a maior das perdas

nem a nossa própria morte

Não fomos programados para

aceitar a morte,

somente para morrermos

.

Ferina*izil*