26 de fev de 2009

FRAGILIDADE


No coração,
feridas
que não cicatrizam...
no olhar,
nuvens de tristeza
escondidas...
nos lábios,
falsos sorrisos naturais,
que tentam encobrir
as angústias, os medos...
e na mulher,
que se mostra uma fortaleza,
há uma menina
assustada,
diante do amor...
.
Suely Ribella ©

3 comentários:

Aqui - Ali - Acolá disse...

Mas que Bálsamo de Poema amiga!..

Ai coração que tanto sofres.

As feridas do coração
Não cicatrizam em vão
No corpo de uma mulher.
Nuvens tristes escondidas
No meio dessas feridas
São o tempo que ela quer.

Angustias e medos existe
Numa menina tão triste
Diante de um amor
Assustada ela tem
Uma fortaleza de bem
Sem gemidos e sem dor

Parabéns amiga, lindo Bálsamo

Bjos..

SILVIA FÃ RIBELA disse...

bálsamo, só, não... consolo delicioso para tantos iguais a vc...

Mary Jo disse...

Parabéns pela linda junção de palavras e sentimentos de uma maneira inigualável.

bjinhos