5 de mar de 2010

DEIXA-ME DIZER-TE


deixa-me dizer-te
que te amo
neste momento de pausa
no fim de um dia vazio de sentido

e que te acompanhei no caminho da escola
de mão dada

não questiones o sentido
da súbita declaração
pode ter sido a falta dos teus beijos
imaginados de noite
ou a falta da tua pele
nos meus ossos doridos

vejo as crianças a brincar
na roda do teu vestido
teu sorriso alumia o recreio

vou aqui ficar
sob este sol do interior
para te ver sair do meu sonho
e te poder levar de volta a casa

Atit Ordep

2 comentários:

Solange disse...

como é bom ler vc..
bjs.

Valéria disse...

Que lindo isso!

BeijooO'