23 de mar de 2010

ERA UMA VEZ UMA VIDA

Uma tarde chuvosa e estranha
um dia de outono, ou não
as estação estão mesmo desajustadas
assim como nós
Não há mais conexão entre nós
Não há mais vida, nem amor
Acabou, ficou frio
como esta tarde chuvosa
Alguém esta partindo,
ou talvez voltando
esta muita chuva,
não vejo direito
somente um vulto,
somente um ser
Talvez um triste ser,
abandonado
Talvez alguém que assim como eu
não saia mais da chuva
.
Ferina*izil*

Um comentário:

Solange disse...

e essa chuva teima em fazer com que eu feche meus olhos, só pra não te enxergar...

bjs.Sol