24 de jun de 2010

MANHÃ SUBMERSA


esta manhã
submersa em algodão doce
trouxe-me o gosto da noite passada
em forma de imagens tuas
cobertas de mel

passei a noite
dentro e fora de ti
tentando não me afogar
nesse mar de ansiedade adocicada

acordei fora de ti
e fora de mim

elevei-me num céu azul
tentando parar a chuva
pinga-amor

pingo a pingo
os fluidos do teu corpo
inundaram minha alma
com um desejo de tornar imortal
o momento dentro de ti

Atit Ordep

Foto de Kininha

Nenhum comentário: