10 de jul de 2010

CRUZEI COM O AMOR


Cruzei com o amor
o vi bem de perto,
era quase que palpável
Mas existiu um “quase”,
e este nos desviou
Seguimos caminhos diferentes
eu nunca mais o vi
Não creio que vá com
ele cruzar novamente
Temos uma chance,
e se não a pegamos
é porque não estamos
para ela preparados
Assim é a vida
Assim é o amor
.
Ferina *izil*

2 comentários:

Solange disse...

vc tem razão..
gostei de teu poema..
bjs.Sol

Anônimo disse...

com certeza, assim é a vida.
e tds passamos por isso
machuca, mas pode sarar