16 de out de 2010

UM PASSO NO DESPERTAR



quando amava eu queria
o sol de toda manhã
as nadadeiras dos peixes
a grama verde do campo
a sabedoria dos monges

quando odiava eu queria
as pedras de uma ruína
as espadas dos duelos
o feitiço das bruxas velhas
os encantos da prostituta

quando acordo agora
tento querer o amor de volta
mas dele tive tão pouco
e o ódio, mais intenso e louco,
é que vence dentro de mim

Ferina * Karolina B

Um comentário:

Anônimo disse...

Bom, gostei.

Henrique