25 de out de 2010

FERIDAS

Tenho feridas
que em mim plantaram,
chagas que o tempo
não dissipou,
ficaram...
tenho dores,
sinto o frio da morte,
solidão,
desprezo,
tenho o abandono
a que me relegaram...
Tenho a vida
que aceitei
sem reclamar,
tenho comigo
o sorriso forçado,
assustado,
o medo do castigo...
.
Suely Ribella ©

Um comentário:

Solange disse...

o amor não pode só viver de recordações..

bjs.Sol