13 de abr de 2012

SONÂMBULA

Vivo dormindo,
sonâmbula,
nesse amor
que me faz sofrer.
Quando acordo,
esqueço tudo,
e sigo, amando,
como se estivesse
tudo bem.
Não quero ver,
ouvir, entender,
o óbvio,
porque dói.

Suely Ribella ©

Nenhum comentário: