2 de jun de 2012

SOBRE AS QUEDAS DENTRO DE MIM














Estou mesmo caindo
Não espere que eu abra as asas
Só porque recusei as escadas
Atirou-me sem hesitar

A queda parece certa
Mergulho nas profundidades
E o gosto amargo da sua vontade
Contesta o impacto de inexistir

Se o voo é a melhor parte
Por isso não dura tanto
E eu faço desse o meu canto
Sobre as quedas dentro de mim

Ferina * Karolina B

Nenhum comentário: