2 de mai de 2007

JUSTO


Pelo tanto
que um dia te amei
e a ti me entreguei,
pelo tanto
bem que te fiz
e em troca nada quis,
é justo
que ainda pagues,
pelo tanto
que brincaste
de me amar,
e pelo tanto
que me enganaste...
.

Suely Ribella ©

2 comentários:

Menina do Rio disse...

Deixa que um dia vem a paga...

beijos

Henrique Correia disse...

É feio cobrar o quanto se amou...