27 de mai de 2007

PIMENTA QUE ARDE


Sou assim malcriada
Arrependo-me desta estupidez
Falo sem pensar, por impulso
Erro tudo
Peço desculpas depois
Todos os dias
Faço promessas,
Vou ser mais contida,
Mais calada
Vou pensar antes de falar
Mas não adianta
De repente tudo muda
E viro do avesso de novo
Sou veneno puro
Pimenta que arde
Sou assim...
Não mudo....




Ferina*izil*

2 comentários:

Anônimo disse...

E qts não são assim?
hihihi

seu blog é giro!!!

alberti disse...

Gostei muito do estilo.
Parabéns *izil*.