11 de mai de 2007

SOMOS DONOS DA NOITE


Somos os donos da noite
Vivemos sem parâmetros
Somos ordinários
Seguimos por instintos
Não tememos o perigo
O limite não nos barra
Vivemos a beira do abismo
Provamos todos os pecados
Nada tememos
Somos temidos
Somos fantasmas
Fantasmas vivos
Vivos mortos, Mortos vivos.


Ferina *izil*
foto de Paulo Madeira

Um comentário:

alberti disse...

Estou admirado.
Se puder leio todos.