8 de fev de 2009

PEQUENOS SINAIS


Você não me alcança
não tem sensibilidade para isto
estou há mil anos luz
distante de você,
estamos indo de contra mão,
cada qual para um lado
vou escrevendo meus caminhos
vou deixando pequenos sinais
Teus caminhos não sei,
não vejo nenhum sinal
você não me enxerga,
não sabe nada de mim.
Nosso querer não combina
estamos muito longe
Sou invisível para você
.
Ferina*izil*
Foto José Canelas

2 comentários:

KarolinaB disse...

adorei "pequenos sinais". Essas linhas sao tao minhas, q nem posso ignorar ^^

Juan disse...

Izil

Bello poema, amiga, aunque un poco triste, pues en el amor hay que andar de la mano.

Un abrazo.

Juan Antonio