19 de jun de 2008

MEU NOME


Eu poderia partir agora
e para ti poderia deixar
qualquer parte de mim,
pois nada mais me resta
não sou mais eu mesma
não existo mais
Não ficaram registros em
minha mente dos retalhos
felizes de nossa vida
Não me lembro se algum
dia me fizestes feliz
se algum riso trouxeste
se algo de bom tu me deste
Se parto hoje, levo apenas
meu nome e nada mais
.
Ferina*izil*

Um comentário:

Nanda Assis. disse...

Amo esse blog por causa da profunda tristeza que ha nele.