3 de ago de 2010

INFELIZ


Quantas noites já passei
abraçada ao travesseiro,
a chorar quieta e sozinha
até o sono chegar!
Quantas manhãs levantei
desiludida e alquebrada
sem ter dormido um instante,
só meu Deus sabe o porque.
Se amanhã eu não acordar,
saiba que mais uma vez,
com pena de mim fui dormir
com saudade de você.
.
Suely Ribella ©

Um comentário:

Solange disse...

lindo Sue..
bjs.Sol