2 de ago de 2008

O MEDO


O rosto é morto
os olhos tristes
coração apertado
é o medo
o medo do amor
o medo do sentir
de avançar,

mergulhar,
conhecer
Passam-se os anos os
olhos continuam tristes
o coração enganado
O medo faz com que
o coração esqueça de
como é o amor,
a paixão
O medo de amar,
mata as emoções

.
Ferina*izil*

2 comentários:

Nanda Assis. disse...

e de tanto medo deixamos de viver o melhor da vida, temos medo de fazer o que queremos até mesmo por preocupar com o que os outros vão pensar.
muito legal falar sobre o medo.
bjosss...

instantes e momentos disse...

o maior medo é o medo de ter medo.
esse medo corroi. assusta, mata.
Tenha uma bela semana
Maurizio