5 de ago de 2008

TARJA PRETA


Tens medo de entrar
em meu mundo
Tens medo de saber
os meus segredos
És covarde,
não se expõe.
És fraco,
não tens garra.
Meu mundo é
o inverso do teu
Minhas façanhas
para você são proibidas
Tua vida e a minha
não se cruzam
Eu sou o
veneno d’alma
Eu sou a
tarja preta
de tua vida
.
Ferina*izil*

Um comentário:

Nanda Assis. disse...

muitos e muitos aplausos, que vc merecer.
bjosss...