1 de set de 2007

TE IMAGINEI


Fechei os olhos
Idealizei-te
Eras perfeito
Dei-te um nome
Dei-te vida
Dei-te amor
Abri os olhos
Vi-te real
Desiludi
Enganei-me
Não era nada igual ao
meu sonho idealizado
Tu eras apenas
um homem comum
Não tinha virtudes
Não sabias amar
Tu eras só um marginal

.
Ferina *izil*

Um comentário:

Beto Melodia disse...

um dia irei até você, olharei bem fundo em seus olhos e simplesmente direi: "obrigado por existir, izilda." então assim como cheguei, partirei, só que mais pleno por ter você perto de mim, mesmo que por apenas um momento.
beijos em seu coração.