22 de abr de 2008

CIRCUNSTÂNCIA


Como parte de um brinquedo
Nesse parque de ilusões
Estou subindo as pálpebras
Para ver melhor teu rosto
Espero achar graça nessa face
Para depois guardá-la em segurança
Na memória e coração
Mas não cuido de seus olhos
Pois tenho meus medos e sonhos
De ilusão me basta os ouros
Dentro da bolsa de crochê

(Ferina * Karolina B)

Nenhum comentário: