9 de set de 2008

EPITÁFIO DO ESCRITOR



Foi escrito o tempo dos humildes
E selada está toda a saudade
Quem amou e perdoou o homem
Perdendo seu precioso sono
Foi guardada esta história
Num bom papel envelhecido

A pena já morreu faz anos

Foi escrito o tempo e crueldade
A tinta secou nos meus olhos
Agora já posso dormir
E em paz acordar justo homem
Esquecendo o deus em mim
Boa noite...


(Ferina * Karolina B)

2 comentários:

Juan disse...

Karolina

Todo epitafio es triste
cuando es del amor es peor
mucha sangre y dolor
ninguna verdad nos asiste.

Dolor, sangre, tristeza
huimos de tan gran horror
que nos produce el desamor
impropio de nuestra grandeza.

Un abrazo.

Juan Antonio

Pedro Berocan disse...

Adorei

Intenso

Boas palavras

Sem palavras