19 de out de 2009

ARMADILHA




É tão difícil fingir que não te sinto
Olhar para o lado oposto
Jogar o cabelo no rosto
Fazer de conta que acabou como devia

E eu fiz de um tudo pra levar
Uma vida sem maiores surpresas
Com minhas irreparáveis certezas
Mas você sempre estraga tudo

Como vou me desmentir agora?
Se eu minto com desespero e faço
Que caiam dentro do meu comprido laço
Onde estou presa e tão indecisa

(Ferina*Karolina B)

Nenhum comentário: