22 de out de 2009

BORDADURAS


esta teia que me envolve
no abismo do tempo
foi por ti bordada

inútil esbracejar
neste sufoco que me turva a voz
e desfoca a visão

envolto neste aperto
que me esmaga as entranhas
e me enviúva a alma

grades de uma prisão
por ti maquinada
com rendas de aranha

nas bordas do teu ninho
teces estas bordaduras
da morte por sufoco

Atit Ordep

Foto de negateven

Nenhum comentário: