15 de set de 2010

O FIM


falo tanto para ti
sem cuidar que vives em mim
sem lembrar
que respiras pelos meus poros
que vagueias na minha imaginação

és fruto do meu desejo
da minha vontade de pintar os céus
com as cores da primavera

mas temo ter más notícias
quando este verão acabar
não tenho mais tempo para te inventar
chegará o Outono
e serás levada nas enxurradas
causadas pelas primeiras chuvas

finalmente
não carregarei mais
o peso de ter de te inventar
a ti
que nunca exististe

Atit Ordep

Foto de Johnny

Um comentário:

Solange disse...

matando a saudade..gostei muito..
bjs.Sol