26 de nov de 2010

FRANCAMENTE

Sou frágil,
estou fraca,
as forças falham.
Um fio fino
de força
faz festa,
funde
felicidade
e fantasia.
Não fujo,
fico,
enfrento,
festejo.
.
Suely Ribella ©

Um comentário:

Néia disse...

Oi Sue...
Estou extamente assim, mas resisto pois acredito que dias melhores virão. Bela poesia forte direta e objetiva.
beijos Néia