7 de ago de 2007

ESTOU DE PARTIDA


estou de partida
deixo para trás o futuro que não chegou
olho para a frente e tento agarrar o passado
a viagem é longa
os caminhos são sinuosos
os dias longos, o calor intenso

estou de partida
por isso dou esta festa
é uma despedida provisória
bebam sem moderação
brindem ao deboche
que o álcool afrouxa o entendimento
das coisas do coração
aprisiona a mente e devora o corpo

estou de partida
mas deixo aqui o coração
e as cartas de amor

Atit Ordep

Pintura de PJ Crook

Post-Scriptum – Vou ali, já volto...

Nenhum comentário: