28 de out de 2007

VENTO



Não lhe abandonei
Meu coração bate
Fica mais escarlate
Quando bate "você", "você"
Estou redundante
quando digo coração, você
Tremo as peles
É o meu sofrer
Querer e não tê-lo perto
Espere e vou aprender
Este sentimento confuso
Você e confuso é redundante
Este é o meu parecer
Tremer as peles de medo
Isso me faz aprender
O vento me beija
Queria que fosse você

(ferina*Karolina B)

Um comentário:

Bichinho disse...

Um beijo fantasma, levado pelo vento.