28 de out de 2008

A FELICIDADE


Você, amigo ou amiga, que me lê,
por acaso alguma vez
já pegou nas mãos um pouco de areia,
daquela bem fininha e sequinha,
e tentou segura-la toda?!
Já percebeu como não adianta?!
Os grãos, de tão finos,
escapam por entre os dedos,
sem que os consigamos deter...
Pois bem, assim é a felicidade,
se não a sua, ao menos a minha assim é:
como finos grãos de areia,
que se me escapam
sempre que a quero prender...
.
Suely Ribella ©

Um comentário:

Pedro Berocan disse...

Se ela espalhar pro mundo todo está bom. :)

Realmente não adianta apertar.