12 de fev de 2009

CARNAVAL



Chega o Carnaval,
confete nas bocas
a gritarem loucas,
quase a sufocar...
muita serpentina
a rodear pescoços
de velhos e moços,
sinto-me enforcar...
corpos nus, suados,
flagrante indecência,
gritam de carência,
se deixando usar...
Vai-se o Carnaval,
levando a ilusão,
fica o coração
vazio a penar...
.
Suely Ribella ©

2 comentários:

Carlos Barros disse...

Imensa versatilidade e sensibilidade nessa bela construção!
Sempre fui um pouco avesso ao carnaval, acho que por essas sensações que descreves.

Deixo meu abraço!

Juan disse...

Sue

Me encnta el carnaval.

En Canarias también se celebra por todo lo alto.
Lástima que no esté allá ahora, por lo tanto no lo puedo disfrutar.

Un abrazo.

Juan Antonio