6 de jul de 2009

O QUE É, NÃO SEI...

Sei de pouco um tudo,

sei nada não.

O que aprendi esqueci

O que gostei acabou

Passei assim por você

Passei assim pela vida

Nada ficou guardado

Nada me magoou

A vida é um suspiro

Fechamos a boca e fim

Lágrimas em vão

Não mudam em nada

Os movimentos da terra

.

Ferina*izil*

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostei,
Sara

Luna disse...

Muito bom...

bem diferente do repetiTIVO

Parabens suas palavras fazem um real sentido...

Beijos...