15 de dez de 2013

Uma coisa simples

algumas vezes as palavras são desnecessárias
não existem
nem precisam ser inventadas

nada preciso falar
quando nos teus olhos
vejo o reflexo da minha alma
na tua mão sinto palpitar o meu coração
nos teus beijos
mato minha sede

o silêncio
fala do nosso amor
da harmonia dos corpos

inútil falar ou escrever
sobre uma coisa tão simples
como o amor que vivemos
eterno e infinito como o universo


Atit Ordep

Nenhum comentário: